15 de julho de 2019

Flores: é possível tê-las também no inverno

Alguns cuidados podem fazer a diferença


Bonitas, cheirosas e charmosas, as flores sempre deixam um requinte a mais nas casas e apartamentos. Entretanto com a chegada das baixas temperaturas típicas no inverno da Serra Gaúcha, muitas pessoas acabam acreditando que manter um belo jardim pode se tornar inviável.
Na verdade, o cultivo das flores também pode ser realizado no inverno, basta que alguns cuidados sejam tomados. Confira as dicas que separamos, que podem te ajudar a manter as flores lindas, mesmo nos dias mais frios.

-Traga as plantas suspensas ou em vasos para dentro de casa. Lembre-se que algumas espécies precisam de mais sol, sendo que estas devem ficar próximas a janela. Além disso, verifique se as flores que serão levadas para dentro não possuem pragas, folhagens mortas ou estão doentes;
-Faça uma cobertura morta com folhas sob arbustos, folhagens e gramados. Esta “colcha” mantém o solo quente e retém a umidade. Mas lembre-se de regar a cobertura apenas quando as folhas começarem a se enrolar;
-Tenha uma casinha ou estufa para as plantas. Esta opção se enquadra bem com pequenas hortas e jardins, pois as barreiras sólidas não permitem a entrada do vento;

Foto: Divulgação


-Cubra as plantas durante a noite. Você pode utilizar cobertores, lonas ou tecidos como TNT. Os cobertores auxiliam na inibição de vento e geadas. Fique atento às plantas tropicais, que geralmente são mais sensíveis a temperaturas baixas;
-Regue o solo e folhagens pela manhã. Este simples ato, faz com que a geada se derreta antes da chegada do sol, que por sua vez, pode queimar tanto a grama quanto as folhagens; 
-Invista em plantas que se adaptam bem ao frio. Estas plantas, possuem uma estrutura diferente que pode suportar melhor a geada e ventos. Entre as espécies indicadas estão o ciclame, azaleias, cravos e lírios.

Foto: Divulgação



CONTATO

Rua Jacob Ely, 498 | Sala 04 | Garibaldi, RS 54 3462.1108 (54) 9 9990 1108 contato@spader.eng.br